Encontro do Governo Geral com os Governos dos Organismos Maiores de MICLA: Crônica do dia 2 de dezembro

Dez 3, 2019 | MICLA

No rincão paradisíaco de Medellín, na “Casa Villa Claret, Picacho”, hoje, 2 de dezembro, iniciamos o encontro do Governo Geral com as equipes de Governo dos Missionários Claretianos da América (MICLA).

Eucaristia inicial

Iniciamos nosso encontro com a Eucaristia presidida pelo Pe. Ismael Montero, CMF, presidente de MICLA e superior provincial da América Central. Concelebraram os Padres Marcos Aurélio Loro, CMF e Enrique Mascorro, CMF., Vice-presidente e vocal, respectivamente, do Conselho de Administração de MICLA 2018 – 2021.

Durante a homilia, o Pe. Ismael, entre outros pontos, nos convidou a considerar nosso encontro no âmbito do Advento. Este tempo litúrgico, disse ele, nos convida a sublinhar a ação do Espírito com sua carga de novidade. É uma oportunidade para converter nosso continente e nossos organismos em particular, na Belém desejada, onde a Palavra de Deus se faz carne. Para isto, devemos insistir na necessidade de nos deixarmos habitar pelo Espírito, o mesmo que move (o motivador) nossa vida missionária. A ação do Espírito nos permite estar enraizados e arriscados para a missão.

O Ir. Carlos Verga, CMF, coordena a apresentação dos missionários, objetivo e horário.

 

Já na sala de trabalho, o Ir. Carlos “Charly” convidou os missionários a nos apresentar, citando: nome pessoal, organismo a que pertencemos, cargo que desempenhamos e nossa principal motivação missionária atual. A lista de motivações expressas, além de variada, foi enriquecedora, por exemplo: sou motivado por nossa espiritualidade missionária, o Espírito que atua e impulsiona nossa missão, a riqueza de nossa diversidade, comunhão fraterna, interculturalidade, a contribuição das novas gerações, a missão compartilhada, somos chamados a defender a vida, construir pontes e derrubar muros, etc.

Charly apresentou o tema da reunião: “Testemunhas e mensageiros da alegria do Evangelho.” O objetivo: “Discernir os desafios à nossa vida missionária e nossas respostas na América após as visitas canônicas ao continente e as orientações do XXV Capítulo Geral”. O ícone do encontro: Lc 2, 41-52 “Contemplar Maria, a discípula missionária”.

 

Mensagem do Padre Geral

Em outro momento, o Pe. Mathew Mattamattam, CMF, Superior Geral, entregou e leu sua mensagem, previamente preparada para esta ocasião. O texto começa recordando a próxima celebração do 150º aniversário da chegada do carisma claretiano à jovem vinha. Nossa memória missionária, por seus grandes missionários e obras exemplares, nos permite agradecer o dom da vocação e nos chama a renovar o compromisso com os desafios de uma mudança de época. Hoje, os Claretianos da América pertencem a uma vinha adulta; esta realidade exige generosidade para produzir frutos de justiça, paz, defesa dos excluídos e do nosso planeta. O Pe. Geral, no final de sua mensagem, ofereceu os seguintes pontos para o discernimento coletivo: a necessidade de ir além dos aspectos aparentes e visíveis de nossa cultura e sociedade. A necessidade de estabelecer redes e compartilhar uma visão comum na Pastoral Paroquial, na educação superior, na imigração e nos refugiados, seu apoio à Vida Consagrada, a plataforma da Internet, das redes sociais para a evangelização e a missão dos povos amazônicos e indígenas. Outro ponto de discernimento foi caminhar em comunhão com a Igreja Universal. Por fim, a presença dos jovens e o desafio da seleção vocacional e a formação. Durante a mensagem fez ressoar a frase memorável do Pe. Peter Schweiger: “Somos uma Congregação pequena o suficiente para nos conhecer e grande o suficiente para fazer grandes coisas na Igreja”.

Outras mensagens

Depois, o Pe. Enrique Mascorro, CMF, em nome de MICLA, entregou uma mensagem própria e outra mensagem enviada pelo secretário executivo de MICLA, Pe. José Vidal Pérez, CMF. As duas mensagens coincidem, em seu espírito, com a mencionada pelo Pe. Geral. Para concluir a sessão, o Pe. Armando Valencia, CMF, Superior Maior da Província da Colômbia – Venezuela, como bom anfitrião, deu a fraterna boas-vindas aos presentes.

 

Participação do Pe. Agustín Monroy Palacios, CMF

À tarde, após o almoço, o Pe. Agustín Monroy Palacios, CMF, inspirado no ícone bíblico de Maria (Lc 2, 41-52), ajudou-nos a refletir sobre o nosso compromisso missionário na América, hoje. Ele dividiu sua participação em quatro pontos: a narrativa mariana nos textos sinóticos, Maria na América (o texto da mopohua nicana e as aparições de Guadalupe), Ícone mariano hoje na América e uma reflexão pessoal. Podemos destacar algumas contribuições centrais da participação de Pe. Agustín Monroy:

Os evangelhos sinóticos nos levam a entender o relacionamento de Jesus com Maria. Antes de tudo, ela é discípula. Após um processo de discernimento, Maria cumpre a palavra em seu serviço materno aos pobres.

A visita de Maria no Tepeyac renova a ação de Deus em favor dos pobres.

Hoje, como em outros tempos, Maria é mediadora de Deus. Conosco percorre os caminhos missionários para recuperar a esperança e a alegria dos feridos.

A questão da interculturalidade e da sinodalidade, critérios para a evangelização atual, está subjacente tanto nos textos marianos sinóticos quanto no Nican mopohua.

 

Enrique Mascorro López, CMF

Cronista

Categorias

Arquivos

Primeira Profissão Religiosa em Córdoba, Argentina

Primeira Profissão Religiosa em Córdoba, Argentina

No dia 6 de janeiro de 2023, o primeiro ano do Noviciado Claretiano da América testemunhou a primeira profissão de doze noviços claretianos na capela do CEFyT em Villa Claret, Córdoba, Argentina. O Superior Provincial de San José del Sur, Pe. Mário Gutiérrez. Marcos...

ORDENAÇÃO PRESBITERAL EM CURITIBA, BRASIL

ORDENAÇÃO PRESBITERAL EM CURITIBA, BRASIL

Ordenação Presbiteral de Diego Lélis, CMF, no dia 10 de dezembro de 2022, na Igreja do Imaculado Coração de Maria, em Curitiba, Brasil. O bispo ordenante foi Dom Argemiro de Azevedo, CMF, bispo de Assis-SP.

claretian martyrs icon
Clotet Year - Año Clotet
global citizen

Documents – Documentos