Operação Tulong Taal: A resposta claretiana diante do desastre causado pela erupção do vulcão Taal nas Filipinas

Jan 20, 2020 | Fr. Rhoel Gallardo, Solidariedade e Missão

Quezon City, Filipinas. Na tarde de 12 de janeiro de 2020, após 43 anos de inquietação, o vulcão Taal, localizado no sul da capital das Filipinas, o segundo vulcão mais ativo do país, explodiu novamente, lançando cinzas no ar, bem como materiais piroclásticos, gerando raios vulcânicos, chuva de lama, destruindo tudo ao seu alcance, deslocando milhares de moradores das cidades próximas ao redor do vulcão. A região Metropolitana de Manila e outras regiões do norte do país não se livraram da queda de cinzas que fechou o principal aeroporto do país. Todos os voos foram cancelados. As cinzas chegaram às 16 cidades da capital e cidades próximas. Tudo isso fez com que o dia seguinte saísse sem afetar as atividades normais (aulas, trabalho …) das regiões afetadas.

Os Postulantes e seu Formador evacuaram a Casa do Postulantado, localizada na cidade de Indang (26,04 km) da cratera do vulcão Taal e seguiram para a cidade de Quezon por segurança. As Missionárias de Santo Antônio Maria Claret (MSAMC) estão todas seguras em sua comunidade em Amadeo, Cavite, a mais de 19 km da cratera.

O Centro Apostólico Claret, a Casa do Postulado dos Missionários Claretianos nas Filipinas, está localizado a uma distância da cratera do vulcão Taal.

 

 

O Pe. Larry Miranda, CMF, Prefeito Provincial de Apostolado com o Pe. Eduardo Apungan, CMF, pároco da Paróquia do Imaculado Coração de Maria (IHMP); os Padres Mauricio Ulep, Efren Limpo Lo e Dante Boringgot, CMFF do Claret College de Quezon City; Pe. Julius Jose Coching, CMF da Fundação Claretiana de Comunicações (CCFI); Sra. Sol Alano, do Gabinete de Aquisição de Missões, estão planejando as operações de ajuda.

Um dia depois, 13 de janeiro de 2020, por iniciativa do Claret College de Quezon City, os Missionários Claretianos da Província das Filipinas anunciaram a organização de uma operação de ajuda às vítimas mais afetadas pela calamidade. As doações foram incentivadas, tanto em espécie quanto em dinheiro, e começaram a recebê-las.

No dia 14 de janeiro de 2020, o Prefeito Provincial de Apostolado da Província das Filipinas, Pe. Larry Miranda, CMF, juntamente com os responsáveis pelas diferentes instituições claretianas da cidade de Quezon, reuniu-se para estabelecer o plano oficial de operações de ajuda e solidariedade com os afetados pela calamidade. Centros de entrega e centro de coordenação foram designados.

Constatou-se uma resposta impressionante e generosa da população. Continuamente, uma chuva de dinheiro e mercadorias ia chegando. As comunidades claretianas de toda a Província, além de suas orações, iniciaram suas próprias iniciativas para aumentar a resposta solidária ao desastre que ocorreu na capital do país. Voluntários da paróquia, escola, publicações e outras instituições, bem como seminaristas, chegaram para reorganizar e preparar os kits de ajuda.

Alunos, professores da Claret School, paroquianos do IHMP e Leigos Claretianos voluntários estão trabalhando juntos para embalar os produtos de socorro.

 

Donations from different institutions and generous people kept pouring out right after the plan was announced

Doações de diferentes instituições e pessoas generosas continuaram chegando logo após o anúncio do plano.

A Paróquia Imaculado Coração de Maria serviu como centro das Operações.

Funcionários da Fundação Claretiana de Comunicações, interromperam seus trabalhos para dedicar-se ao socorro das vítimas.

O Pe. Larry e o Pe. Educ seguem estudando outros planos.

Paróquia Imaculada Coração de Maria

Centro de acolhida: Paróquia Santo Antônio Maria Claret em Novaliches

Centro de acolhida: Claret School de Quezon City

No dia 17 de janeiro, o Pe. Eduardo Apungan, CMF, juntamente com o Pe. Martin Ernest Ele, CMF, Prefeito Provincial da Juventude e Vocações, e o Pe. Larry Miranda, CMF, foram para Santo Tomás, Batangas (fronteira fora da zona de perigo de rádio de 14 quilômetros), para uma visita e avaliação da situação. Eles se uniram às Irmãs Missionárias Franciscanas do Menino Jesus (FMSIJ) em Santo Tomás, que já cuidavam de 20 pessoas que ficaram sem casa. Também visitaram e avaliaram quatro centros de acolhida na área: o Santuário da Paróquia Padre Pio com 127 famílias (513 pessoas) evacuadas; Escola Primária Dona Tiburcia Carpio Malvar com 4 ou 5 famílias (aproximadamente 30 pessoas); Ginásio na cidade de Santo Tomás com 180 famílias (537 pessoas); e o Centro de Evacuação da cidade de Santo Tomás, com 244 famílias (907 pessoas). A maioria dessas pessoas perdeu suas casas e seus meios de subsistência. A partir da visita, eles determinaram as necessidades básicas das pessoas afetadas: arroz, comida instantânea, leite para bebês, roupas íntimas para todas as idades e sexos, fraldas para bebês e adultos, produtos de higiene pessoal, kits de higiene, tapetes, roupas de cama, utensílios, chinelos…

No dia 18 de janeiro chegaram mais doações e voluntários de outras paróquias, amigos e instituições.

Além disso, desde 18 de janeiro de 2020, a equipe do AKO ANG SAKLAY PFA, liderada pelo Pe. Arnold Abelardo, CMF, visitou centros de evacuação designados em Batangas, Laguna e Cavite em coordenação e colaboração com “TULONG TAAL” e com as agências designadas em vigor. Eles celebraram missas no centro de evacuação transformado em igreja, realizaram intervenções psicossociais da AFP e cozinharam alimentos para os evacuados.

Na segunda-feira, 20 de janeiro de 2020, o primeiro grupo de voluntários distribuiu o primeiro lote de material de socorro às vítimas no centro de evacuação da Escola Primária Doña Tiburcia Carpio Malvar, San Miguel, Santo Tomás, com 201 famílias. Mais ajuda viria nos dias seguintes.

Enquanto escrevia esta notícia, o vulcão, ainda no nível de alerta 4, continua ameaçando vidas perto dele. O Instituto Filipino de Vulcanologia e Sismologia (PHIVOLCS), a instituição dedicada a fornecer informações sobre as atividades de vulcões, terremotos e tsunamis etc., registrou 673 terremotos vulcânicos, incluindo 12 de baixa frequência nas últimas 24 horas. Isso quer dizer que “significa uma intrusão magmática contínua sob o edifício Taal, o que pode levar ao aumento da atividade eruptiva”. Toda a população de algumas das cidades foi evacuada e não foi permitido retornar até que o perigo desaparecesse. Às 5 horas da manhã de 19 de janeiro, a contagem oficial do Capitólio provincial de Batangas estabelece que existem 45.374 famílias afetadas / evacuadas, um total de 184.972 pessoas atingidas.

Pedem-se orações pela segurança e pelo final deste desastre.

Para mais detalhes das operações de ajuda e solidariedade:

Procuradoria Missionária da Província de Philippines https://www.facebook.com/Claretian-Mission-Procure-247848022064576/

Prefeitura de Apostolado https://www.facebook.com/cmfapostolateph/

Categorias

Arquivos

A urgência de continuar cuidando do planeta

A urgência de continuar cuidando do planeta

Nova York, EUA. As Nações Unidas acolhem nestes dias a celebração de um encontro de alto nível (HLPF) sobre desenvolvimento sustentável e cuidado do planeta no qual participa a Família Claretiana. Os membros da Equipe dos Missionários Claretianos perante as Nações...

claretian martyrs icon
Clotet Year - Año Clotet
global citizen

Documents – Documentos