Claretianos na 5ª Sessão da Assembleia das Nações Unidas para o Meio Ambiente – (UNEA-5.2)

Mar 4, 2022 | JPIC, Presença na ONU, Solidariedade e Missão

 

Nairobi, Quênia. A 5ª sessão da Assembleia das Nações Unidas para o Meio Ambiente (UNEA-5.2) começou em Nairóbi-Quênia em 28 de fevereiro de 2022 e terminou na sexta-feira, 4 de março de 2022. Esta Assembleia é guiada pelo tema geral de “Fortalecimento de ações para a Natureza para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável Global, pois a família Global demonstra o papel fundamental da natureza em nossas vidas e no desenvolvimento sustentável social, econômico e ambiental”.

Como uma organização religiosa credenciada no UNEP. e como seguimento da exortação do XXVI Capítulo Geral “para aumentar o alcance e a presença congregacional em Nairóbi …. para melhor abordar as questões relacionadas ao meio ambiente” [QC 86], os Missionários Claretianos, reconhecem seu dever profético de somar sua voz aos contínuos esforços de solidariedade dos múltiplos atores em defesa da Mãe Terra e do povo vulnerável de Deus durante esta Assembleia do Meio Ambiente.

É por esta razão que o Ir. Robert Omondi, CMF (assistência presencial), e Pe. Rohan Dominic, CMF (assistência online) representam a Congregação durante o evento de cinco dias com a Sessão Especial dedicada à comemoração do 50º aniversário da criação do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente em 1972 (UNEP@50).

Um dos destaques do segundo dia é o encontro entre os claretianos e os líderes da Rede Juvenil Católica para a Sustentabilidade Ambiental na África (CYNESA), uma plataforma para todos os jovens católicos da África, promovendo a gestão responsável do meio ambiente. Eles foram co-organizadores da CONFERÊNCIA INTERNACIONAL NO 4º ANIVERSÁRIO DA LAUDATO SI’ em 2019.

Os Claretianos e a CYNESA concordaram em explorar os seguintes caminhos de parceria:

– Trabalhar para incorporar seus robustos programas de formação sobre a Laudato Si em nossas casas de formação nos países em que estão presentes;

– Possíveis empreendimentos ambientais colaborativos com os grupos de jovens, incluindo, mas não se limitando à organização de assembleias ambientais de jovens [Fórum de jovens ambientais CLYEAF-Claretiano];

 

– Possibilidades de estudo das melhores práticas com o objetivo de formar uma Rede Ambiental Juvenil Claretiana [CLYEN].

No terceiro dia, durante o encerramento da UNEA 5.2, compareceram mais de 3.400 participantes presenciais e 1.500 on-line de 175 Estados Membros da ONU, incluindo 79 ministros e 17 funcionários de alto nível. Para torná-lo mais simbólico, o martelo, usado nas sessões plenárias de abertura e encerramento, foi feito de uma empresa local de reciclagem de plástico liderada por mulheres do lixão a céu aberto de Dandora, uma das favelas de Nairóbi, no Quênia.

Além disso, o que torna este evento único é a aprovação de 14 resoluções e uma declaração ministerial em um período de 3 dias. A maior vitória foi nas resoluções UNEP/EA5/L6 e UNEP/EA5/L7, intituladas “Acabar com a Poluição Plástica: Rumo a um instrumento juridicamente vinculativo internacional” e “Instrumento Jurídico Internacional sobre Poluição Plástica Marinha”.

 

Martelo UNEP feito de materiais reciclados

Participantes da 5ª Sessão da Assembleia das Nações Unidas para o Meio Ambiente

 

Ir. Robert compartilhou alguns de seus aprendizados, bem como suas sugestões e propostas para os Missionários Claretianos em geral:

– Podemos aproveitar a Fé para a Terra como um ponto de entrada viável para começar a construir um legado Verde Claretiano;

– Precisamos começar a mapear as pessoas e colaboradores ligados aos Claretianos com algumas das melhores práticas em questões ambientais para que possamos começar a construir uma forte Coalizão Claretiana sobre Meio Ambiente;

– Para viver nosso sonho claretiano, precisamos mapear os “territórios possuídos ou ocupados” por claretianos onde podemos construir um quadro de desempenho, monitoramento e avaliação ambiental claretiana;

– É necessário reorientar também nossas casas de formação, pessoas e territórios como uma forma concreta de impulsionar a agenda ambiental de nossas casas antes de irmos para nossa casa comum;

– Há necessidade de uma iniciativa de popularização da marca usando camisetas, banners etc. para começar a fazer com que nossa visibilidade seja sentida nos fóruns locais e internacionais;

– Precisaremos pegar as resoluções da UNEA 5.2 e impulsioná-las como um programa emblemático em nossos Organismos;

– Precisamos nos preparar para o Cop 26 em Sharm El-Sheikh, Egito.

No último dia, além de comemorar os 50 anos do UNEP, o Ir. Robert conheceu o organizador e fundador da Assembleia Mundial de Cidadãos.

“Embora o processo seja exigente, precisamos procurar maneiras de fazer com que nossas comunidades de base estejam no centro da tomada de decisões na próxima cop27 no Egito. Iniciamos uma conversa informal a esse respeito enquanto aguardamos a resposta do CMF @ UN sobre o mesmo assunto”, disse ele.

Ele também acrescentou que em relação aos “incêndios florestais nas zonas MICLA, ECLA e ACLA, precisamos nos familiarizar com esse fenômeno para ajudar as pessoas de base sobre a melhor forma de lidar com isso”.

E, por último, destacou que “percebeu que a maioria dos altos funcionários da Organização da Sala Mundial de Situação do Meio Ambiente são da América Latina, especialmente do Peru. Podemos propor criar um link com eles para ter um responsável online pelos metadados com os Claretianos de MICLA”.

 

 

(Artigo baseado no relatório diário do Ir. Robert Omondi, CMF)

Categorias

Arquivos

A urgência de continuar cuidando do planeta

A urgência de continuar cuidando do planeta

Nova York, EUA. As Nações Unidas acolhem nestes dias a celebração de um encontro de alto nível (HLPF) sobre desenvolvimento sustentável e cuidado do planeta no qual participa a Família Claretiana. Os membros da Equipe dos Missionários Claretianos perante as Nações...

Algumas lições do Stockholm+50

Algumas lições do Stockholm+50

Estocolmo, Suécia. No seguimento da resolução 75/280 da Assembleia Geral da ONU de 25 de maio de 2021, a comunidade ambiental global reuniu-se na Stockholmsmässan (Feiras Internacionais de Estocolmo) em Estocolmo, de 2 a 3 de junho de 2022, para o evento...

claretian martyrs icon
Clotet Year - Año Clotet
global citizen

Documents – Documentos