Educadores Claretianos se reúnem virtualmente para o diálogo educacional transformador

Mar 8, 2024 | Pastoral da Educação, Presença na ONU

Nova Iorque, EUA. No dia 4 de março de 2024, aconteceu uma sessão virtual organizada pelos educadores claretianos, em colaboração com a equipe Claretiana nas Nações Unidas em Nova Iorque. Dirigida pelo Pe. Paulson Veliyannoor, CMF, Diretor do Sanyasa, Instituto de Vida Consagrada na Índia, a reunião intitulada “Conversação Claretiana sobre a Transformação da Educação”, teve como objetivo contribuir substancialmente para a próxima Cúpula da ONU sobre o Futuro.

Desde 2022, as Nações Unidas vem interagindo ativamente com partes interessadas de todo o mundo na preparação para a “Cúpula do Futuro”, termo descrito como uma “oportunidade única numa geração” pelo Secretário Geral António Guterres. Programada para setembro de 2024, a cúpula busca forjar um consenso global sobre o futuro da humanidade e elaborar passos concretos para assegurá-lo.

No coração do diálogo estavam os 11 relatórios de política esboçados no relatório de Guterres ‘Nossa Agenda Comum’, enfatizando a importância de ‘Um Pacto pelo Futuro’. Este documento, atualmente na fase de rascunho zero, será formulado de forma colaborativa e ratificado durante as negociações intergovernamentais na cúpula. O Pacto Global sobre a Educação do Papa Francisco, destinado a fomentar a paz, a justiça e o entendimento mútuo através da educação, também desempenhou um papel fundamental na configuração das discussões.

Como parte do compromisso da Congregação com a consulta global, a Fondazione Proclade Internazionale-onlus, com status consultivo perante o ECOSOC da ONU, contribui ativamente através de diversos caminhos. A conversação sobre a educação é um dos esforços da equipe Claretiana na ONU visando abordar os problemas educativos, como se destacou nos relatórios de política do Secretário Geral. Dez destacados educadores claretianos de diversos cantos do planeta participaram num rigoroso discurso ao longo de quatro rodadas distintas, adentrando-se nos aspectos cruciais do panorama educativo global.

A primeira rodada centrou-se em compreender a gravidade e as variadas manifestações das crises gêmeas de equidade e relevância na educação, identificadas pelo Secretário Geral da ONU.

A atenção logo se voltou para a avaliação de soluções propostas, incluídas as recomendações do Secretário Geral da ONU, as propostas do Papa Francisco e as demandas da Declaração da Juventude durante a Cúpula sobre a Transformação da Educação na ONU em 2022.

A terceira rodada viu os participantes passarem da discussão para a ação, articulando demandas concretas dirigidas aos governos para facilitar mudanças transformadoras na educação.

Na rodada final, as reflexões se concentraram nos esforços em curso dentro das instituições educativas Claretianas para avançar na equidade educativa e na importância de traduzir as aspirações em políticas práticas.

Este esforço colaborativo exemplifica o compromisso inquebrantável dos educadores claretianos de aproveitar o poder da educação como um instrumento de transformação social profunda.

Participaram das discussões os seguintes claretianos:

  • Allwyn Mendoz CMF – Província do Nordeste da Índia (ASCLA Oeste)
  • Felix Martinez CMF – Delegação do Leste Asiático (ASCLA Leste)
  • Mauricio Ulep – Província Pe. Rohel Gallardo (ASCLA Leste)
  • Salustiano Oyono CMF – Delegação Padre Xifré (ACLA)
  • Kenneth Opara CMF – Província da Nigéria Oriental (ACLA)
  • Marita Leineiker – Província de San José del Sur (MICLA)
  • Claudio Bastos CMF – Província do Brasil (MICLA)
  • Enrique Aponte CMF – Província da Colômbia-Equador (MICLA)
  • Miguel Angel Velasco CMF – Província de Santiago (ECLA)
  • James Castro CMF – Província de Fátima (ECLA)

Fonte: Pe. Rohan Dominic, CMF, Equipe CMF na ONU.

News Categories

Archives

claretian martyrs icon
Clotet Year - Año Clotet
global citizen

Documents – Documentos