O projeto claretiano do Diário Bíblico se abre a novos horizontes na África e na Ásia

Jul 8, 2020 | Claret Publishing Group

Hong Kong, RPC. Em uma reunião online realizada na terça-feira, 7 de julho de 2020, pelos diferentes responsáveis dos diferentes editoriais da Congregação, os membros do Claret Publishing Group (CPG), os editores claretianos da Tanzânia, Filipinas e Northeast India relataram a publicação do projeto claretiano “Diário Bíblico”, que está em funcionamento há 35 anos, agora em novas línguas. O Diário da Bíblia está agora publicado em 25 idiomas! E se abre assim a novos horizontes na África e na Ásia.

A reunião, na qual participaram 24 diretores e representantes das diferentes editoras de todo o mundo, é uma tentativa sem precedentes de compensar a perda do encontro regular em Frankfurt. Os participantes compartilharam sua alegria nesta nova aventura de realizar reuniões online de editores claretianos em todos os continentes.

O Pe. Alberto Rossa, Presidente do CPG e o missionário claretiano mais antigo envolvido nesta pastoral editorial, iniciou a reunião. O Padre Geral, Mathew Vattamattam, CMF, que também se juntou a eles, em seus comentários iniciais, lembrou aos participantes que a Pastoral da publicação é uma herança da Congregação, uma vez que foi um projeto que o próprio fundador perseguiu.

Durante a reunião, embora todos tenham mencionado como a crise do Covid-19 havia afetado a pastoral das publicações em seu conjunto, todos se alegraram pelo fato de ninguém ter tido que fechar sua livraria.

Além disso, os coordenadores do projeto de digitalização, o Pe. Jijo Kandamkulathy (Delegação de East Asia), Nelson Thomas Puthenparambil e Manoj Kandathinkara, CMFF (Província de Bangalore), forneceram informações oportunas a todos sobre as atualizações do projeto.

Depois de compartilhar o passado, o presente e o futuro da tarefa pastoral de cada editora, o Pe. Henry Omonisaye, CMF, Consultor Geral e animador do grupo, resumiu os fatores comuns que surgiram do intercâmbio e lembrou a eles que a digitalização é uma transição necessária que devemos fazer neste serviço pastoral. Reiterou a necessidade de arquivar, mencionando o desejo expresso do Governo Geral a este respeito. Também lembrou que, dessa maneira, a propriedade intelectual e o patrimônio da Congregação ficam protegidos.

Categorias

Arquivos

claretian martyrs icon
Clotet Year - Año Clotet
global citizen

Documents – Documentos