Reunidos para revisar a “frágua”

Out 2, 2023 | A Frágua, Espiritualidade e Vida Comunitária

Madri, Espanha. Em sua Autobiografia, Claret compartilhou uma alegoria sobre a “Frágua” que fornece uma visão interessante. Ele comparou seu desenvolvimento pessoal em Vic a uma barra de ferro em uma serralheria. Como a barra de ferro, Claret foi colocado sobre uma bigorna, aquecido no fogo e cuidadosamente martelado por um ferreiro habilidoso até assumir nova forma e propósito – tornando-se como uma flecha na missão de Maria. (cf. Aut 274)

A “Frágua”, projeto de formação permanente, celebra este ano o seu 30º aniversário. Consolidou-se ao longo dos anos como um autêntico caminho espiritual claretiano. Começando na antiga Província de Castela, tornou-se um importante projeto congregacional no qual participam claretianos de todos os continentes em espanhol e inglês. Além disso, o Projeto Forja da Terceira Idade, aberto aos membros da Família Claretiana, foi criado como resposta a esta jornada.

O XXVI Capítulo Geral reconhece o seu valor quando afirma:

 “Precisamos criar uma cultura de renovação espiritual que nos ajude a aproveitar estas experiências como dinamismos de crescimento no nosso caminho missionário” (QC 40).

Além disso, a primeira parte do sonho congregacional assume um compromisso: “Repensaremos o significado atual dos lugares claretianos e dos centros CESC e “Frágua” como espaços de inspiração e renovação” (QC 48).

Com tudo isso em mente, um grupo de sete claretianos reuniu-se na sede do Centro “Frágua” em Los Negrales, Madri, de 26 a 28 de setembro de 2023. O encontro foi conduzido pelo Pe. Carlos Sanchez, Prefeito Geral de Espiritualidade e Vida Comunitária, e animado pelo Pe. Gonzalo Fernández, CMF. Pe. Fernandez esteve intimamente envolvido com o projeto desde o seu início. Outros participantes incluíram os Padres Paulson Veliyannoor, Juan Carlos Martos, Salvador León, Félix Ketoglo e Rodolfo Morales, CMFF. O grupo era composto tanto por membros experientes que faziam parte das equipes de animação há muitos anos, quanto por membros mais novos que trouxeram novas sensibilidades para o projeto. Esta combinação de experiência e novas perspectivas proporcionou um encontro rico e frutífero.

Durante a reunião, os participantes relembraram a história da “Frágua” para identificar seus pontos fortes e áreas de melhoria. Eles também consideraram as necessidades e realidades de todos os envolvidos. Usando esta análise, determinaram o foco do projeto. Decidiram ampliar a duração de 75 para 80 dias e restabelecer as quatro etapas clássicas do itinerário: Quid Prodest, Patris Mei, Caritas Christi e Spiritus Domini, que haviam sido alteradas pelos três processos de transformação delineados no XXV Capítulo Geral. Revisaram o conteúdo de cada fase e estabeleceram as metodologias mais adequadas para cada processo. Avaliaram também as experiências mais impactantes e decidiram manter apenas as duas mais fundamentais, os Exercícios Espirituais e a peregrinação aos lugares claretianos, para garantir um aprofundamento do conhecimento e evitar a dispersão. Por último, discutiram aspectos práticos a serem considerados pelos novos líderes.

Ao final da reunião, ficaram satisfeitos com o andamento da “Frágua”. Esperavam que mais missionários fossem inspirados a aprofundar a sua identidade claretiana e a renovar anualmente a sua resposta vocacional.

Fonte: Prefeitura Geral de Espiritualidade e Vida Comunitária

Categorias

Arquivos

Começa o Curso de Formadores Claretianos em Vic, Espanha

Começa o Curso de Formadores Claretianos em Vic, Espanha

Vic, Espanha. O curso de formação de formadores teve início no dia 1º de maio de 2024 na Escola do Coração de Maria, uma iniciativa da Prefeitura Geral de Formação do Governo Geral. O evento, organizado pela Casa de Espiritualidade Claret de Vic, reuniu treze...

claretian martyrs icon
Clotet Year - Año Clotet
global citizen

Documents – Documentos