3 Junho

by | Jun 3, 2018 | Claret Com Você

Quando ia a um povoado, nunca me propunha nenhum objetivo terreno, mas sim a maior glória de Deus e a salvação das almas.
Aut 199

RETIDÃO DE INTENÇÃO

Nestas poucas palavras, Claret espolia sua alma. Talvez seja sua Autobiografia o cenário onde Claret se faz mais transparente e sincero. E se mostra como é: homem de intenções não somente claras, mas limpas. Em duas linhas recorta as motivações da sua labuta missionária, o fim das suas canseiras, a razão da sua paixão: Deus e os homens. Quatro detalhes, entre outros, nos brinda:
Não há nem um miligrama de egoísmo na frase claretiana. Jamais buscou nada para si mesmo. Nem triunfos, nem aplausos, nem brilho, nem sequer santidade. Tudo nele foi gratuidade. Viveu para dar, para dar-se. Não se pode ser missionário de outra forma. Sua vida foi despojamento, entrega total…
Usa a expressão “glória de Deus” que hoje a muitos confunde. Será Deus um vaidoso? se perguntava um filósofo em um comentário profano ao Decálogo. Nada disso, quem conhece bem a Deus entende de sobra e com fatos que nada faz brilhar mais a Deus que a felicidade e o bem dos seus filhos. Deus vive voltado, nunca encurvado.
E o que é isso de salvação das ‘almas’? A palavra, embora se pense o contrário, não é retórica, nem redutiva como alguém possa pensar. Ao falar de ‘alma’, Claret sabia de sobra que se o coração humano, seu centro, não está bem, de nada servem perfumes e enfeites externos. A evangelização de Claret era ‘nuclear’.
Aparece a conjunção ‘e’, tão pequena e tão grande ao mesmo tempo. Talvez o mais discreto seja o mais importante de toda sua frase. Nega o ‘ou’ disjuntivo, que separa e obriga sempre a ficar com isto ou com aquilo. Deus e os homens estão unidos. A encarnação de Cristo conquistou isto para sempre.
Se o leitor nos permitir, o convidamos a se questionar sobre sua fé em Deus: leva-o a servir? E como é seu serviço aos demais: leva-o a Deus? Não responda depressa, nem sem pensar…

Categorias

Arquivos

21 Dezembro

Nunca me cansava de estar na igreja diante de Nossa Senhora do Rosário e falava e rezava com tal confiança, que acreditava que Nossa Senhora me ouvia. Parecia-me que desde a imagem, diante da qual orava, havia como que uma conexão com fio até a original, que está no...

20 Dezembro

Se alguma coisa lhes causar dor ou incômodo, sofram tudo com resignação pensando que esta é a vontade do Senhor. Se puderem dar alguma esmola, façam por amor de Deus, vendo no próximo e particularmente no pobre a imagem de Jesus. Não deixem passar o dia sem ler algo...

claretian martyrs icon
Clotet Year - Año Clotet
global citizen

Documents – Documentos