3 Maio

Mai 3, 2018 | Claret Com Você

Antes de tudo, pedir a Deus o que Santo Agostinho pedia: Noverim te, noverim me: fazei, Senhor, que eu conheça quem sois Vós e quem sou eu. Embora infinitamente inferior a Deus, o homem, feito à semelhança sua, é sua imagem. Deus e somente Deus pode ser e é o objetivo apropriado das tendências do homem; Deus e somente Deus pode ser e é o centro do homem e somente n’Ele o seu coração pode, por conseguinte, encontrar descanso.
O Trem. Barcelona 1857, p. 23

CONHECER-ME EM DEUS

O conhecimento do que somos nos dá uma consciência mais clara de quem é Deus para nós; assim poderemos ver-nos como um conjunto de dons recebidos gratuitamente d’Ele; porque o típico de Deus é “dar”. Para Claret este conhecimento o faz viver em uma total confiança e dependência filial do Pai, em disponibilidade para o que o Pai quiser dele. E esta atitude não tem para Claret nada de servil, mas é fonte de alegria e de uma vida realizada.
Aprofundar em nosso conhecimento nos ilumina a realidade de Deus; e caminhar no conhecimento de Deus nos ajuda a perceber mais profundamente quem somos nós. Este duplo conhecimento é como a primeira pedra do nosso próprio edifício. É um tomar mais consciência da nossa verdade mais profunda. Experimentamos assim que somos criaturas amadas pelo Criador, isto é um dom que devemos desejar e pedir.
Descobrir, de forma experimental e não teórica, nosso ser de criaturas nos revela que nossa existência não se apoia em nós mesmos, mas que a recebemos e constantemente a recebemos. Não somos a origem de nós mesmos, mas existe um ser fundamental e fundante, original e originante, do qual recebemos o ser; Ele é quem nos dá consistência.
Mas, reconhecendo esta fonte primordial e originante, também nos é revelado que nossa existência é um projeto de humanização, pois quanto mais humanos, mais divinos. A encarnação do Filho, o homem perfeito, nos ilumina ainda mais este projeto. Esta é a grande realidade de sermos imagem e semelhança de Deus. Seremos seres “mais humanos” quanto mais habite em nós o Espírito de Jesus. A força do Espírito humaniza; e humanizar-nos é uma grande tarefa.
Em que medida eu me conheço a mim mesmo, minhas possibilidades, minhas limitações?

News Categories

Archives

21 Dezembro

Nunca me cansava de estar na igreja diante de Nossa Senhora do Rosário e falava e rezava com tal confiança, que acreditava que Nossa Senhora me ouvia. Parecia-me que desde a imagem, diante da qual orava, havia como que uma conexão com fio até a original, que está no...

20 Dezembro

Se alguma coisa lhes causar dor ou incômodo, sofram tudo com resignação pensando que esta é a vontade do Senhor. Se puderem dar alguma esmola, façam por amor de Deus, vendo no próximo e particularmente no pobre a imagem de Jesus. Não deixem passar o dia sem ler algo...

claretian martyrs icon
Clotet Year - Año Clotet
global citizen

Documents – Documentos