CARTA À FAMÍLIA CLARETIANA

Jan 3, 2018 | Família Claretiana, Painel dos avisos

Queridos membros da Família Claretiana:

Nós nos reunimos em Mülberg (Alemanha) no Santuário da Estrela de Maria onde nos acolheu com grande cordialidade a comunidade dos Missionários Clartianos para celebrar o IX Encontro da Família Claretiana.

Convocados pelo Movimento de Leigos Claretianos, encarregados da organização do encontro, somente foi possível a participação de seis membros da família excusando sua ausência as Missionárias de Maria Imaculada e as Missionárias Cordimarianas.

Nós nos aproximamos de uma igreja em diáspora, na qual de uma minoria de cristãos (23%) os católicos representam somente 3%. Pudemos partilhar a fé na celebração do rorate, esperando e velando no alvorecer a vinda do Senhor neste Advento e partilhamos um diálogo ecumênico muito enriquecedor as dificuldades que superou esta igreja perseguida até a queda do muro de Berlim e as dificuldades para uma nova evangelização. Todo este processo é partilhado pelas igrejas católica e reformada. Tivemos ocasião também de celebrar em Família a festa de Maria Imaculada, padroeira das Missionárias Claretianas e das Missionárias de Maria Imaculada.

Animados pelo Pe. Paul Smyth cmf, como facilitador, nossa primeira tarefa foi expressar nossos desejos para estes dias: o encontro fraterno e o chegar a acordos realizáveis e úteis para todos.

Nós nos entendemos como família e como partes de um mesmo corpo. Constatamos que somos uma família diversa que partilhamos o mesmo carisma, entendemos que a diferença é parte da nossa riqueza necessária para a evangelização com outros, tal como sonhou Santo Antônio Maria Claret.

Para isto revisamos e avaliamos a trajetória destes encontros iniciados em Roma em 1984 e reconhecemos que os acordos que hoje continuam vigentes são:

  • Continuar celebrando a Festa de Santo Antônio Mª Claret como festa de família.
  • Trabalhar por fazer conhecida a Família Claretiana desde a formação inicial.
  • Convergir nos projetos e ações de JPIC, missão educativa, formação, pastoral Juvenil Vocacional, etc.
  • Avançar na comunicação como família em rede.

Sobre o tema do “Diálogo com a cultura para uma nova evangelização” acudimos à pessoa de Santo Antônio Maria Claret como inspirador de nossas atitudes e atuações:

  • Claret tem em mente sempre e sobretudo a proclamação do Evangelho, sem descuidar as necessidades reais do povo. Considera que Deus quer a felicidade do homem, que se fundamenta na fé.
  • É um homem culto, que se serve da cultura para evangelizar.
  • Adapta-se às situações que tem que viver, está atento à realidade, escuta e dá resposta às necessidades do seu tempo, segundo as condições das pessoas às quais se dirige.
  • Serve-se de todos os meios ao seu alcance, particularmente da palavra e dos meios de comunicação, para fazer acessível a todos a mensagem do Evangelho.
  • Deseja anunciar e realizar o Reino em comunhão, em resposta com outros.

A partir desta reflexão sobre Claret, chegamos a estas conclusões:

  • Embora tendo cada membro da Família Claretiana sua própria cultura e experiências distintas, reconhecemos a identidade carismática que nos une. No entanto, devemos aprofundar os valores próprios da “cultura de família claretiana” para que chegue a ser patrimônio comum que devemos partilhar e transmitir, desde processos formativos e plataformas apostólicas. Cremos que o CESC e outras iniciativas podem ser um instrumento válida para isto.
  • Reconhecemos as diferenças entre nossos institutos como riqueza e oportunidade e queremos conhecer melhor os traços característicos próprios de cada um deles.
  • No diálogo com as culturas devemos reconhecer os valores positivos que tem como semente de Deus, sem deixar de denunciar aqueles elementos que contradizem o Evangelho. Para isto precisamos uma conversão pessoal no modo de viver a mística do encontro e da comunhão.
  • Julgamos conveniente intercambiar instrumentos para melhorar a vivência do encontro com as culturas: não-crentes e distanciados, outras religiões, migrantes, jovens, nativos digitais….

Cada membro da família acolhe estas conclusões como próprias e iluminadoras e desejam que sejam trabalhadas em Família Claretiana por meio de ações concretas em cada contexto cultural.

Decidimos separar a Presidência da coordenação. Para o próximo quatriênio foi eleita como Presidente: Maria del Mar Álvarez, Diretora Geral do Instituto Secular da Filiação Cordimariana (HICM).

Desejamos que este espírito de comunhão vivido nestes dias entre nós impregne todas as pessoas de nossas instituições e em todos os âmbitos da vida e da missão.

Que o Coração Imaculado de Maria nos acompanhe em nossa caminhada partilhada como Família Claretiana.

Mühlberg, 9 de dezembro de 2017

 

Mathew Vattamattam, cmf Jolanda Kafka, rmi

Missionários Claretianos Missionárias Claretianas

 

Dulcinea Ribeiro, mc Fanny Fernandes, fc

Missionárias SAMC Filiação Cordimariana

Bernardeta Arbaiza, sc M. Gracia Garcia-Baquero, mic

Leigos Claretianos Missionárias da Instituição Claretiana

Categorias

Arquivos

Reunião da Equipe da Família Claretiana em Vic

Reunião da Equipe da Família Claretiana em Vic

A primeira reunião da Equipe da Família Claretiana foi realizada de 11 a 13 de novembro de 2022 em Vic, após a 10ª reunião realizada em Roma em dezembro do ano passado. Foi coordenado por María Gracia García Baquero, Superiora Geral das Irmãs Missionárias da...

claretian martyrs icon
Clotet Year - Año Clotet
global citizen

Documents – Documentos